Notícias

Em Brasília: Dirigentes do RS pressionam Senadores a votarem contra Reforma Trabalhista

Na tentativa de converter votos dos Senadores a favor dos trabalhadores e contra a Reforma Trabalhista, o presidente do Sindicomerciários Viamão, Paulo Ferreira, compôs uma comitiva do dirigentes sindicais do RS, que esteve no Senado Federal, nos dias 3, 4 e 5 de julho, em Brasília.

Os Comerciários conversaram com os parlamentares para tentar pressioná-los a não aprovarem a Reforma Trabalhista, que será votado no Plenário do Senado, na próxima terça-feira, dia 11 de julho.
 
Para o presidente do Sindicomerciários o trabalho dos dirigentes pode ser decisivo na luta para garantir os direitos da CLT. “Conversamos com alguns parlamentares e argumentamos o quanto está reforma pode desmantelar os direitos dos trabalhadores, o quanto vai nos prejudicar. Em cima do que foi conversado temos a expectativa de que alguns votos possam ser convertidos a favor dos trabalhadores”, disse Ferreira. 
 
Na semana do dia 11, uma nova comitiva de dirigentes será enviada, novamente, para Brasília.
 
Segundo o presidente da Federação dos Empregados no Comércio de Bens e de Serviços do RS – Fecosul, Guiomar Vidor, além da mobilização dos dirigentes é preciso mobilização nas ruas. “Temos que pressionar os senadores em Brasília, mas também precisamos ocupar as ruas, mostrar nossa força e que não queremos essa Reforma que vem apenas para retirar direitos da classe trabalhadora”, destacou Vidor.
 
Assessoria de Imprensa Sindicomerciários Viamão com informações da Fecosul
Print Friendly, PDF & Email